top of page

Fundos de Investimento: Dicas para você pesquisar, escolher e investir melhor o seu recurso parte 2

Na postagem anterior explicamos sobre o conceito de Fundo de Investimento, e três pontos de atenção para pesquisar, selecionar e escolher um fundo para investir.

Agora iremos mostrar passo a passo como entender sobre o desempenho de um Fundo e pesquisar em quais produtos ele está investindo o patrimônio.

Vale reforçar que toda pesquisa de fundos de investimento é pública. Ou seja, você pode pesquisar qualquer Banco sem a necessidade de ser correntista do mesmo. Então utilizarei, como exemplo, o Banco do Brasil e que você poderá usar este mesmo passo a passo com o Banco onde você possui conta corrente, caso pretenda investir em algum Fundo.

1) Como verificar a rentabilidade dos fundos de investimento do seu Banco?

Neste caso iremos digitar no google "rentabilidade fundos Banco do Brasil", porém se você clicar aqui já irá direto para o link.

Você perceberá que todos os fundos de investimento divulgam suas respectivas rentabilidades no seguinte formato: % dia > % acumulado no mês (neste caso maio) > % acumulado no ano (neste caso 2021) > % acumulado nos 12 meses (maio a maio) > % acumulado nos 24 meses (maio/19 a maio/21) e % acumulado nos 36 meses (maio/18 a maio/21).

Chamo a atenção para esta questão da rentabilidade, pois muitas vezes somos atraídos por uma rentabilidade do dia ou do mês, sem perceber o desempenho no longo prazo. Como sugestão, sempre ao procurar investir o seu dinheiro, pense no longo prazo associado ao seu objetivo.

Na página do BB você também irá perceber que todos os fundos que o Banco possui estão distribuídos nas seguintes Classes de Fundos: Curto Prazo > Referenciados DI > Renda Fixa > Cambial > Multimercado > Ações. Observe os FIIs (Fundo de Investimento Imobiliário) não constam nesta sequência, pois suas cotas são adquiridas numa Corretora de Valores.

Na próxima semana estaremos detalhando cada uma das características destas classes de fundos.

Apenas para o exemplo e não como indicação de investimento, fizemos a seleção do Fundo Ações Small Caps do BB, conforme o quadro abaixo:

Fonte: Rentabilidade Fundos do Banco do Brasil (acesso público em 28/05/2021)


Podemos identificar algumas informações iniciais relevantes. Até a data da pesquisa, o fundo apresenta uma rentabilidade no mês de maio de 6,35%, no ano de 2021 7,8% e 51,78% nos últimos 12 meses. Um aspecto negativo se refere à taxa de administração de 2%.

Vale a dica que nas rentabilidades demonstradas, já são descontadas as taxas de administração, de todo e qualquer fundo. É regra.

Aproveite o link e escolha alguns outros investimentos para pesquisar e também do Banco onde você possui conta.

2) Onde conseguir o prospecto e informações gerais sobre um Fundo de Investimento?

O ideal é ir direto na fonte da C.V.M. autarquia vinculada ao Ministério da Economia. Lá, além do fundo que você deseja consultar, você terá acesso a todos os demais fundos do mercado. Agora, já dentro do site da CVM você irá acessar o link de Fundos > Fundos Registrados. Seguindo o exemplo que escolhemos, você irá digitar na busca "ações small caps'" que se refere ao nome fundo que estamos treinando.

O site irá lhe mostrar vários fundos que possuem a palavra "small caps". Clique no fundo BB Top Ações Small Caps.

Algumas informações que podemos identificar neste recorte são: CNPJ comentamos na postagem anterior que todo Fundo tem o seu próprio CNPJ e os recursos do Fundo não se misturam com o do Administrador. Data de Início de Atividade percebemos neste exemplo, que as atividades deste Fundo foram iniciadas em 18/07/2002, ou seja, já está no mercado há quase 20 anos.

Outras informações relevantes que o site da CVM disponibiliza: Balancete (demonstrações financeiras), Composição da Carteira (você irá entender como está distribuída a carteira de investimentos do fundo), Dados Diários (neste caso podemos acompanhar se o número de cotistas está crescendo, o patrimônio, se há mais aportes ou resgates e o valor diário da cota do fundo), além do Prospecto, Regulamento e parecer do Auditor.

3) Como saber no que o gestor do Fundo está investindo o seu patrimônio?

Na postagem anterior comentamos que, quando você escolhe um fundo você está como que "terceirizando" as suas decisões de investimento, para uma equipe com profissionais do mercado.

O ideal é depois você pesquisar no próprio site, mas podemos perceber que os Fundos abertos divulgam o que estão fazendo em suas carteiras. Neste exemplo do BB, recortei as cinco maiores participações de ações na carteira do Fundo, as quais são: PetroRio (PRIO3) com 5,207% do Patrimônio Líquido, Gerdau (GOAU4) com 3,941%, Azul (AZUL4) com 3,333%, Locaweb (LWSA3) tecnologia da informação com 3,302% e Embraer (EMBR3) com 2,997%.

Ou seja, ao demonstrarmos todas estas etapas queremos deixar claro para você Investidor que, apesar de você delegar a um gestor a administração do seu recurso, isso não quer dizer que você não deva acompanhar as suas informações. Lembrem do exemplo de um condomínio. Apesar de ter uma administradora, um síndico e uma equipe que toma conta do seu condomínio, isso não te exime da responsabilidade de acompanhar devidamente o que está ocorrendo nele.

Vamos agora ao resumo semanal do mercado financeiro e na próxima semana, estaremos explicando as classes de fundos.


RESUMO SEMANAL DO MERCADO FINANCEIRO

Tivemos uma semana muito positiva no mercado financeiro, muito pela reabertura da economia em vários países, devido a expansão da vacinação, refletindo também em nosso país, onde a Bolsa praticamente atingiu os seus 125 mil pontos, um novo recorde na bolsa brasileira. Em contrapartida esse movimento refletiu numa valorização do real, com o dólar fechando com a terceira queda na semana.

BOLSA DE VALORES

O Ibovespa fechou nesta sexta-feira (28), encerrando o pregão com alta de 0,96% a 125.561,37 pontos. No acumulado semanal, indicador somou alta de 2,42%, e 5,61% no mês de maio. O volume financeiro do dia totalizou R$ 33,95 bilhões.

No ano de 2021 o Ibovespa apresenta uma rentabilidade de 5,5%. Nos últimos 12 meses o Ibovespa apresenta uma variação positiva de 43,66%.

CRÉDITO

O Banco Central (BC) avalia que existe um potencial não realizado de portabilidade de crédito no Brasil que soma 18,9 milhões de tomadores de empréstimos no crédito consignado, 4,2 milhões no financiamento de veículos e 493 mil no crédito imobiliário.

EMPREGO

Nesta semana o CAGED (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados) apresentou os resultados do mercado de trabalho formal que registrou saldo positivo em abril, com a criação de 120.935 empregos com carteira assinada no país. Resultado de 1.381.767 contratações e 1.260.832 demissões, o número é 31,8% menor que as mais de 177 mil vagas abertas em março. No primeiro quadrimestre do ano, o Brasil acumula 957.889 novas vagas de trabalho formal.

DÓLAR

O dólar à vista emendou a terceira queda na semana fechando a sexta-feira (28) cotado a R$ 5,2148 para venda, com uma queda de 0,82% no dia. A semana do dólar também fecha com uma queda de 2,58%.

No mês de maio a variação do dólar também continua negativa em 3,98%. No ano de 2021, o dólar está com uma alta de 3,16% e, nos últimos 12 meses, a rentabilidade do dólar está negativa em 1,22%, quando o dólar estava cotado em R$ 5,279.

FUNDOS IMOBILIÁRIOS

IFIX: o índice de referência dos Fundos de Investimentos Imobiliários, fechou esta sexta-feira (28) com alta de 0,68%, fechando o dia aos 2.811,62 pontos. A semana e o mês de maio também apresentam rentabilidades negativas em 0,27% e -1,73% respectivamente.

No ano de 2021 o índice apresenta queda de 2,04%, porém, nos últimos 12 meses, a rentabilidade está positiva em 5,79%.

INFLAÇÃO

Conforme dados divulgados pelo IBGE, o IPCA-15 (a prévia da inflação oficial) ficou em 0,44% em maio de 2021, contra março que havia registrado 0,60%.

O resultado é o maior para um mês de maio desde 2016. Maior impacto veio da alta dos preços da energia elétrica, que subiu 2,31%. No ano, o indicador acumula alta de 3,27% e, nos últimos 12 meses, de 7,27%. Números seguem acima do teto da meta do governo para a inflação ao final de 2021 que é de 5,25%.

Já o IGP-M (Índice Geral de Preços-Mercado) subiu 4,1% em maio, segundo dados divulgados nesta sexta-feira (28) pela FGV (Fundação Getúlio Vargas). Com o resultado, o índice, que é conhecido como inflação do aluguel, avançou 37,04% em 12 meses e registrou a maior alta em 26 anos.

POLÍTICA FISCAL

Nesta semana o Tesouro Nacional divulgou que, a Dívida Pública Federal (DPF) do Brasil recuou 2,92% em abril, retornando ao patamar de R$ 5,089 trilhões. O valor, que inclui o endividamento interno e externo do governo federal, corresponde à emissão de títulos públicos pelo Tesouro Nacional para financiar o déficit orçamentário. O recuo em abril é resultado de um resgate líquido de títulos públicos recorde na série histórica, iniciada em 2006.


Fontes: ANBIMA; Bullion-Rates; Capitalizo; CNN Business; CORECON; CVM; Dica de Hoje; Endeavor; EQI; FGC; Infomoney; Itaú Corretora, Nord Research; Sebrae; Suno Research; Tesouro Direto, XP Inc.







Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page